Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
10 de dezembro de 2012, às 16h19min
Realizada
Cabo Frio - RJ

Irresponsabilidade que provoca dano irreversível

UP 08190/177, do estabelecimento da empresa EDITORA RIDEEL LTDA, inscrito no CNPJ sob o número 63.076.988/0001-92, localizado na Av Casa Verde 455 - Casa Verde - São Paulo - SP. Telefone (11) 22385100 - Kátia Amandi Olá a todos! Pois é, aqui é o canal apropriado, assim passo a exprimir o desrespeito que a editora rideel me proporcionou. sou docente no estado do rio de janeiro (mestre em direito pela uerj) e leciono em várias instituições de ensino. todavia, no último dia 24 de novembro de 2012, adquiri (02) dois livros na loja virtual on line da rideel e, exatamente, com escopo de utilizá-los no concurso em que uma das provas era discursiva. a compra foi efetuada com sucesso e, pasmém, após enviar um email (fale conosco) no próprio site da loja, no qual solicitava prioridade no envio, posto que seria submetido ao certame nos dias 1 e 2 de dezembro. não obtive uma resposta e por conta própria consegui o telefone da rideel (11) 22385134, sendo atendido pelo funcionário felipe. expliquei a situação para aquele e que me foi passado o telefone do sr. kaio leite (administrador do site de vendas da rideel). mantive contato com o referido senhor, inclusive narrando a necessidade dos livros para o referido certame. já tinha um vade mecum da rideel, mas como sou professor havia feito inúmeras marcações, o que me impossibilitou de utilizá-lo no referido concurso. certo é que o sr. kaio leite se comprometeu enviar os dois vade mecum (administrativo e legislação penal). no diálogo o sr. kaio me informou que houve um equívoco no site na venda do exemplar de vade mecum legislação penal, pois não havia no estoque. mas, inicialmente, o qualifiquei como pessoa responsável, haja vista que pelo problema do site na venda daquele exemplar, o mesmo se prontificou a conseguir um exemplar e me enviar com toda brevidade que assistia naquele momento. efetuei várias ligações para o sr. kaio leite e e ele me garantiu que conseguiria o referido vade mecum de legislação penal e me enviaria onde estivesse. pois bem, dando crédito na boa fé do sr. kaio leite, inclusive ponderei sobre a responsabilidade, o mesmo me tranquilizou e se responsabilizou do envio para outro estado 9maranhão). assim sendo, não providenciei a compra, excepcional, em uma loja física (saraiva, revista dos tribunais etc.). cheguei ao meu destino no dia 30 de novembro de 2012, como combiando, providenciei junto a empresa tam cargo os objetos. mas, por surpresa e indignação, soube através da funcionária marcela que apenas um objeto havia sido despachado em guarulhos naquela data com despacho para o dia seguinte. certo é que a funcionária da tam cargo me disse que deveria ser despachado com a denominação "primeiro voo". foi assim que o sr. kaio leite me disse que despacharia os dois exemplares e não fez. a funcionária da tam cargo, comovida e com o senso profissional e de solidariedade, fez contato com guarulhos e pediu prioridade o que foi aceito. por (03) três vezes tive que me dirigir a tam cargo daquele aeroporto a fim de saber e solicitar a prioridade. houve gastos com a locomoção do hotel até aquele aeroporto (taxi). por fim, apenas o vade mecum de administrativo chegou no dia 1 de dezembro de 2012 na tam cargo e o outro até hoje (dia 05/12/2012) ainda não recebi. tal irresponsabilidade me trouxe uma série de implicações de cunho moral, patrimonial e mais ainda do meu psicológico que ficou bastante abalado. ainda, no sábado fui submetido a prova objetiva e minha esposa saiu desesperada a procura e compra de um vade mecum nas livrarias daquela cidade. todavia, como foi grande a procura não havia no mercado. finalmente, chega o dia "d", no dia 2 de dezembro, o dia de ser submetido a prova subjetiva e o uso dos vade mecum e justamente, muito transtornado por conta da ireesponsabilidade e desrespeito do funcionários kaio leite fui para a prova sem o vade mecum de legislação penal. pois é pessoal, das (05) cinco questões discursivas (04) quatro me exigiu a utilização do vade mecum de direito penal e justamente não possuía naquele instante. e aí como fica a responsabilidade da empresa rideel, haja vista que aquele senhor - kaio leite - a representa e provocou o injusto a minha pessoa. eu não sou apenas um simples consumidor, mas faço marketing de forma graciosa para esta empresa e nunca percebi um nada. leciono em instituições de ensino de direito, passando ao ano cerca de 2000 alunos e sempre indiquei os vade mecum desta empresa. é vexatório e infame tal situação. mas valeria me falar a verdade para que pudesse estar precavido e ter comprado em loja virtual o vade mecum faltante. por certo ingressarei em juízo por tal situação. fica aqui meu desabafo pela irresponsabilidade da empresa. espero que todos boicotem esta empresa que além de provocar um dano, envia livros sem a nota fiscal, comentendo [alterado automaticamente pelo denuncio] de sonegação fiscal.
Resposta da Empresa:
27 de maio de 2019, às 07h42min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.
editorarideel

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!