Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
18 de abril de 2010, às 17h20min
Realizada

Péssimo Atendimento Demorado e Divergência de Valores ao telefone e na hora de pagar

Eu, Geraldo José Costa de Oliveira, entrei em contato por email com o site do laboratório Dr. Ghelfond, na primeira vez em 08/04/2010 solicitando os valores para realização dos exames: SHBG, DHEA, Testosterona Livre, CEA. No dia 09/04/2010 exatamente às 19:33 entrou em contato comigo um atendente, do qual não me recordo o nome. Que na ocasião me passou os valores totais dos exames R$ 106,00. Na sexta feira liguei do meu telefone residencial 01139179599 para a central de atendimento que após 06 minutos fui atendido, por um rapaz que me confirmou que estes exames sairiam naquele valor R$ 106,00 enfatizei ao mesmo que eu necessitaria incluir o exame de PSA Total (Antígeno Prostático Especifico). Ontem às 11:33 entrei na unidade angélica, uma vez que me informaram que o exame poderia ser colhido de sábado das 08:00 às 12:00. Peguei a senha de número 34 e fui atendido pela Sra. Kelly (assim me informou) que levou nada mais nada menos que 20 minutos para confirmar os exames que eu necessitava, bem como se mostrou despreparada para a leitura dos pedidos médicos, a mesma precisou de ser auxiliada por um rapaz que estava a sua direita, sua supervisora e outra senhora que estava a sua esquerda, e quase tive um infarto agudo do miocárdio ao saber o valor que eu deveria desembolsar R$ 170,00. Quando minha provisão financeira era de apenas R$ 106,00 que me fora informado por duas vezes. Dias 09 e 16/04. Informei tanto por email quanto por telefone nas duas vezes que tratava se de um pedido médico de um HOSPITAL PUBLICO. E tenho cartão do SUS. Mas mesmo assim tive de pedir para excluir um exame, que saiu alterado anteriormente, em 09/04/2010, que é o CEA (Antígeno Carcino Embrionico). Procurei pelos serviços deste estabelecimento uma vez que o Hospital Universitário da USP, Universidade onde sou funcionário, não realiza alguns exames e bem como apesar de o PSA (Antígeno Prostático Especifico), cujo valor limítrofe é de 04 ng/ml pelo método Quimiluminescência, que no meu caso foi de 21,9 ng/ml. Não me ligaram para refazer e os outros o Setor do SAMD do Hospital Universitário da USP me indicou para procurar um laboratório particular que tivesse preços populares para pacientes do SUS. Onde procurei os dois que me foram indicados o Lavoisier e este Dr. Ghelfond. Onde o Lavoisier apresentou um valor de R$ 210,00 para TODOS os exames que eu precisava. E acreditei que o Dr. Ghelfond seria "mais" popular. O que eu não entendo é porque tal discrepância de valores entre as duas ligações e na hora efetiva de assinarmos o cheque? Por que precisam de 20 minutos para ler, entender, interpretar, e imprimir os pedidos para subirmos para a coleta? Eu tenho somente o ensino fundamental, não entendo nada de biomedicina. Mas eu mesmo consegui consultar rapidamente os valores pela internet que ficariam mais em conta até então. Quando entrei em contato também na Sexta Feira dia 16/04 informei ao mesmo que era de extrema urgência e pelo valor acreditava que ficariam prontos em 24 horas como foi informado pelo atendente. Mas o diferencial entre os "laboratórios particulares populares" e os do SUS, é que eles cobram, tem instalações melhores, climatizadas etc. E nos atendem rápido quando chegamos. E fica só nisto. Porque quanto a entrega do exame e o atendimento dos funcionários e preparo, fica a desejar da mesma forma que os laboratórios da Rede publica de saúde. Da qual sou refém por ser pobre, sem cultura, e pertencer a grande maioria da periferia humilde, como sou, que não tem dinheiro, acesso a serviços essenciais plano de saúde. Mas quando eu "lia" popular, não sabia que era para a nova classe média, com renda média familiar acima de R$ 2.700,00 mensais. Como minha renda média familiar é de R$ 1.300,00 eu até então acreditava que estava na camada da população que é atendida por estes, "slot machine", laboratórios médicos. Mas agora vejo que apesar de depender de um sistema falido de saúde como o SUS e Hospital Universitário da USP e Hospital das Clinicas (este ultimo já me negou três atendimentos, mesmo eu sendo funcionário da USP, porque os exames são pagos); e quando neste momento em que sofro de uma Prostatite Aguda, já diagnosticada em 2007 por 03 médicos do Hospital Universitário da USP, e tratada somente com antibióticos, mais uma vez preciso do Estado, para me ajudar; o que eu encontro: - NADA.
Resposta da Empresa:
20 de junho de 2018, às 07h41min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!