Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
21 de fevereiro de 2011, às 17h13min
Realizada
São Paulo - SP

MANUTENÇÃO EXPIRADA (30 DIAS) E PHILCO NÃO CUMPRE CDC - NEGA RESTITUIÇÃO

Gostaria de expressar minha total indignação pelo atendimento prestado pela Empresa Philco. Estou sendo assistido pela Autorizada Materquip Informática (OS 004626), no qual no dia 17/01 deixei o equipamento NOTEBOOK PHILCO PHN 14AP223WS NS/1035AFSS130005444A para manutenção. Foi identificado pela autorizada que o equipamento apresentava defeito no gabinete e deu-se inicio a manutenção. Entrei em contato na autorizada no dia 14/02 e fui informado que o problema do gabinete havia sido solucionado, porém a autorizada estava aguardando da empresa Philco o envio de outra peça. Prontamente me dispus a tentar agilizar a solicitação e a atendente da autorizada me forneceu o n.º de telefone da Empresa Philco e o n.º de protocolo de solicitação da peça (081186000525). Daí iniciou meus contatos com a Empresa Philco no telefone 08006458300. No dia 14/02 ás 12:38 fui recepcionado pelo atendente Adriano, no qual expus o ocorrido, deixando enfatizado que o meu contato é única e prioritariamente para evitar transtornos futuros, sinalizando a Empresa Philco que o prazo de atendimento estava expirando e que caso ocorresse a situação do prazo de atendimento expirar, teria que tomar outras ações. O atendente então pediu que aguardasse que devido ser o primeiro atendimento teria que fazer um cadastro e que seria demorado. Aguardei, porém a ligação foi interrompida sem motivo. No mesmo dia 14/02 ás 14:22 retornei o contato e fui atendido pelo Lucas. O mesmo informou que já havia pedido de “urgenciamento” para que a peça fosse encaminhada à autorizada antes do dia 17/02. Sugeri o envio via SEDEX. O atendente informou que verificaria a possibilidade. Então acatei a informação e encerrei o contato. No dia 15/02 ás 09:53 entrei em contato para obter informações sobre o envio da peça. Fui atendido pelo atendente Pedro que após consulta da OS pediu que aguardasse, pois já havia um pedido de “urgenciamento” do envio da peça. Insisti no envio antes do dia 17/02 para evitar possíveis aborrecimentos. O atendente robotizado reafirmou o mesmo script. Questionei o processo de “urgenciamento” e o mesmo não soube explicar como a peça chegaria à autorizada antes do dia 17/02. O atendente insistiu que aguardasse até 17/02. Após alguns minutos o atendente informou que havia aberto um protocolo de reclamação da autorizada, alegando que a peça foi solicitada em prazo não hábil para envio. Encerrei o contato, porém em momento algum havia solicitado abertura de protocolo de reclamação para autorizada. O problema é a Empresa Philco que não tinha entregado para autorizada a peça solicitada. ]No dia 17/02 ás 12:41 entrei em contato novamente e fui atendido pelo atendente David. Questionei quanto à peça que não havia sido entregue em tempo e que o prazo da Empresa Philco já havia sido expirado. O atendente me pediu compreensão e que aguardasse, que dentro de 15 dias a peça chegaria ao seu destino. Discordei da ação e não aceitei mais a manutenção do equipamento. Assegurado pelo CDC, solicitei restituição, pois não tenho interesse em permanecer com equipamento que é fabricado por uma empresa que não tem condições de prestar assistência devida. Inicialmente o atendente me propôs extensão do prazo de garantia para 90 dias e um MP3, proposta esta recusada. Então registrou protocolo de reclamação sob n.º 730612 e informou que no prazo de 05 dias para atendimento. No dia 21/02 ás 15:00, aproximadamente, fui atendido pelo Icaro que em consulta ao protocolo n.º 730612 informou que “não haverá ressarcimento, pois não é procedimento da Philco”. Solicitou ainda que aguardasse que dentro de 15 dias a peça chegaria à autorizada. Dentro dessas circunstâncias, não atendo a resistência da Empresa Philco a cumprir um ordenamento legal que caso não saibam, exponho: “De acordo com o Código de Defesa do Consumidor não sendo o "vicio" sanado em 30 dias pode o consumidor EXIGIR (art.18 §1º), alternativamente e a sua escolha: 1) a substituição do produto por outro da mesma espécie, em perfeitas condiçoes de uso; 2) a restituição IMEDIATA da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos; 3) o abatimento proporcional do preço. Importante, ainda a regra do §3º do referido artigo, no qual dispõe que o consumidor poderá fazer USO IMEDIATO dessas opções acima sempre que em razão da extensão do vício, a substituição das partes viciadas puder comprometer: 1) a QUALIDADE ou CARACTERÍTICAS do produto; 2) diminuir o valor; 3) ou se tratar de produto essencial. Ou seja, se o produto estiver dentro dessas características o consumidor não terá que disponibilizar este prazo de 30 dias para sanar o vício, podendo exigir, por exemplo a troca imediata desse produto.” É deplorável que uma Empresa que diz “Tem coisas que só a Philco faz pra você”, descumpre determinações legais e em contradição do seu slogan NÃO FAZ NADA. Ser fiel ao cliente é acima de tudo satisfazê-lo dentro das suas necessidades e nesse momento eu necessito da restituição imediata da quantia que foi paga, já que o “urgenciamento – termo utilizado em todos os contatos” não foi eficaz.
Resposta da Empresa:
19 de agosto de 2018, às 03h27min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!